Homeopatia na ajuda à amamentação

A vinda de um novo bebé ao mundo é um acontecimento de grande alegria e responsabilidade, a que se deve dar atenção especial, quer no período da gestação, parto e amamentação, para não falar dos cuidados de saúde que os futuros pais deve providenciar meses antes de pensar em sê-lo.

Um novo ser tem por direito a ser feliz e saudável e é neste princípio que a escolha pelo que é natural e que está em harmonia com a nossa fisiologia deve ser seguido.

O leite materno é o alimento mais bem preparado para a alimentação do bebé. Com todas as propriedades nutritivas para satisfazer as necessidades nutricionais o bebé pelo menos até aos 6 meses de vida, protegendo-o contra infeções e doenças nos primeiros meses de vida.

A Organização Mundial de Saúde recomenda que o aleitamento materno deverá ser mantido em exclusivo até aos 6 meses do bebé e se possível como alimentação complementar até aos 2 anos.

No seguimento do artigo publicado no número anterior desta revista em que falámos sobre a homeopatia na ajuda ao parto, damos a conhecer a sua ajuda na amamentação.

Os medicamentos homeopáticos, melhoram o estado geral da mãe e ajudam-na a vencer eventuais dores e inflamações mamárias, permitindo um aleitamento materno tranquilo e continuado. São extensos e diversificados e devem ser aplicados num conhecimento personalizado:

China – fadiga associada a perda de líquidos; Silicea  – estados de desmineralização, pós parto e aleitamento; Calcarea phosphorica – convalescença, física e intelectual, prevenção na eventual perda de cálcio; Apis mellifica – edemas sentidos como picadas nos seios; Bryonia – seios dolorosos, em que a dor se acentua pela pressão e pelo movimento; Belladonna – inflamação localizada com vermelhidão e pele quente; Phytolacca – mastite, nódulos duros;  Natricum acidum – gretas dolorosas, como golpes de unhas e com sangue; Hepar sulfuris – superação mamária purulenta; Ricinus  communis  –  estimulante da produção e subida do leite.

Apresenta-se, o protocolo básico da amamentação, para situações mais comuns, nunca descurando o aconselhamento do homeopata, de forma esquemática e facilitadora da aplicabilidade destes medicamentos:

Para finalizar enumere-se alguns benefícios da amamentação materna para o bebé e para a mãe.

Benefícios para o bebé: proteção imunológica; resistência a alergias; redução de infeções respiratórias; resistência a diarreias, otites, infeções urinárias; promove o bom desenvolvimento mandibular, das estruturas da fala e da dentição e diminui a propensão para a obesidade.

Benefícios para a Mãe: contribui na diminuição de hemorragias pós-parto e consequente anemia; facilita na recuperação do peso pós-parto; proporciona o retorno do útero ao tamanho normal; simplifica as rotinas diárias, está sempre pronto a servir e diminui o risco de cancro da mama.

Amamentar é um ato maravilhoso que reforça o laço emocional da a mãe com o bebé, transmitindo-lhe segurança e equilíbrio. Amamentar é viver a maternidade na sua plenitude.

Dra. Emília Morais Branco

Vice Presidente da CHIHOMEO – Associação do Centro de Homeopatia Integrativa.

Diploma do Curso de Homeopatia (Programa Europeu 1995/1998) com o Patrocínio Científico da Sociedade Portuguesa de Homeopatia;

Pós-graduação e atualização em medicamentos homeopáticos 2016/2017 – FFUL, lecionado com Certificação CEDH.

Diretora do Espaço de Saúde  Embranco.

Contacto: 914 445 070

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *